6 Dicas De Finanças Familiares

Se parecer que você está se afogando sob o peso das contas, é hora de encontrar maneiras de economizar dinheiro. Manter uma família está se tornando cada vez mais caro à medida que o custo do cuidado infantil sobe, mas há várias maneiras de economizar dinheiro que exigem pouco esforço.

Se você está pronto para obter o controle do orçamento familiar, considere estas dicas. As dicas de finanças familiares irão ajudá-lo a descansar mais fácil, poupar mais e obter um caminho de não se preocupar tanto com dinheiro e contas.

1- O primeiro passo para organizar as finanças familiares é definir um orçamento

Se você atualmente não sabe exatamente para onde está indo seu dinheiro, sente-se com seu parceiro e comece a fazer um plano concreto. Muitas famílias estão presas vivendo salário a salário simplesmente devido à falta de habilidades orçamentárias.

Se você está gastando mais do que você está ganhando ou mal conseguindo pagar as contas, você precisará de um plano agressivo de ação para voltar à pista.

Pode levar algum tempo para se acostumar com o orçamento rigoroso, mas com o passar do tempo, deve ficar mais fácil de se manter.

2- Esteja preparado para o inesperado

Os donos de imóveis geralmente consideram-no como seu investimento mais importante garantido e simplesmente assumem que nada de ruim pode acontecer em sua vizinhança.

No entanto, a vida é imprevisível e a rotina de sua família pode ficar de cabeça para baixo se você não estiver preparado para um desastre natural devastador, por exemplo. Se você não tiver um fundo de emergência significativo salvo, um seguro de imóveis é uma necessidade absoluta.

Garantir uma proteção adequada contra doenças graves, hospitalização, acidentes e perda de renda, etc., também é de suma importância para os pais e deve ser nossa principal prioridade no que se refere às finanças familiares.

3- Planeje suas refeições

Se você já estabeleceu um orçamento, mas não tem certeza de como vai ficar abaixo do orçamento para alimentação, pense em reservar um tempo por semana para planejar e preparar as refeições.

Quando você deixa tudo ao acaso e evita o planejamento antecipado, provavelmente se encontrará na fila do mercado várias vezes por semana.

Enquanto não há nada errado em comer fora de vez em quando, gastar dinheiro em fast food e restaurantes pode rapidamente contribuir para ter um grande impacto sobre suas finanças familiares.

Você pode gostar também do nosso artigo com 10 dicas para ter uma família feliz

4- Comprar em grandes quantidades

Se você tem uma família grande ou em crescimento, pode ser quase impossível manter seu orçamento alimentar quando faz compras em mercearias tradicionais.

Em vez de ter que fazer uma viagem para a loja várias vezes por semana, considere ir grande e investir em uma associação para um varejista por atacado.

Itens familiares obrigatórios, como creme dental, xampu, papel higiênico e alimentos não perecíveis provavelmente serão mais acessíveis em lojas de atacado, e você poderá guardar os produtos extras nos próximos meses.

5- Comece a economizar cedo

Quando você é pai ou mãe, nunca sabe o que cada dia tem. Se você está preocupado com sua capacidade de cobrir despesas inesperadas, como uma conta médica para seus filhos ou a manutenção da casa ou do carro, é hora de começar a reservar um fundo de emergência.

Como regra geral das finanças familiares, economizar 20% de sua renda mensal é ideal.

Embora seja fundamental pagar as contas a tempo, é ainda mais importante nos pagar primeiro – reservando uma parte de nossa receita como poupança.

Pode parecer insignificante ou desafiador para alguns de nós. No entanto, ao priorizar as economias em relação aos gastos, isso poderia ajudar a cultivar uma mentalidade de frugalidade e reduzir as compras desnecessárias.

Lenta e seguramente, nossa riqueza vai se tornar uma bola de neve quando começarmos a adotar esse conceito.

6- Adote uma mentalidade de longo prazo

Nossa visão financeira pode ser prejudicada por ganhos inesperados ou obrigações de curto prazo, como herança, educação, renovação de empréstimos, etc.

No entanto, o planejamento financeiro deve ser adotado com uma perspectiva de longo prazo. O que queremos ser para o resto de nossas vidas deve importar mais. Por exemplo, se você tivesse dinheiro suficiente para pagar o pagamento de um apartamento ou de um carro de luxo. O que você escolheria?

No que diz respeito ao investimento, é amplamente entendido que quanto maior o período de investimento, maior a probabilidade de retornos positivos à medida que o investimento diminui a volatilidade do mercado.

 

Voltar para a página inicial